Tags

, , , , , , , , , , ,

O desafio foi  transportar a extravagância dos tempos das cortes europeias para um contexto atual e urbano

Na matéria de Marco Gurgel para a BAZAAR BRASIL de setembro a história da Febre Rococó chegando à moda com pegada decorativa e desejo por um luxo exagerado. O movimento artístico europeu surgiu na França e foi considerada uma variação profana do Barroco.

Exemplo desta tendência  foi a coleção cruise da Chanel desfilada em maio deste ano. “Em uma Europa tomada pela crise, Karl Lagerfeld exaltou a estética extravagante e ostensiva do período rococó”, explica Gurgel.

Um movimento que trouxe para o prêt-à-porter o toque de riqueza dos trabalhos manuais da alta-costura, tudo sob um olhar mais “sujo”, rock’n’roll. Nos bastidores Karl apelidou, espirituosamente, de “Coco-rock”. Saiba mais na BAZAAR.

FOTOS Jacob Sadrak e Agência Fotosite/ Divulgação

Anúncios