Tags

, , , , , , , , , , , , , ,

Recém-comprada a maison Valentino chega ao Brasil com estilo renovado pela dupla Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli

Poucas vezes a aquisição de uma grife de luxo por um grupo de investimento causou comoção semelhante à gerada pela venda da Valentino ao grupo Mayhoola for Investments, do Catar, no início de julho.

Diesel e Miuccia Prada quase saíram no tapa para ver quem se coroava. A Valentino já vinha de uma transição, desde a aposentadoria de seu fundador, em 2008, ano em que Alessandra Facchinetti (ex-Gucci) assumiu o estilo. Duas temporadas depois, chegava a vez da dupla Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli receber o bastão.

Nesse novo cenário, dúvidas sobre a perda ou não da forte identidade, construída ao longo de 52 anos de existência, serviram de combustível para discussões em torno do negócio avaliado em US$ 860 milhões.

“Mas não separamos funções. Gostamos de juntar nossos olhares para criar uma terceira visão, mais interessante e complexa”, explica Piccioli à Harper’s Bazaar para matéria de SYLVAIN JUSTUM.

Fotos Divulgação

Anúncios