Tags

, ,

 “Quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau…”

Mais um patrimônio público está prestes a ser destruído na cidade de Londrina, o Bosque MUNICIPAL Marechal Cândido Rondon.

Localizado na região central da cidade, entre as ruas Rio de janeiro e São Paulo ao lado da Catedral. O bosque ocupa duas quadras com algumas espécies remanescentes da cobertura vegetal primitiva. Foi doado pela Companhia De Terras Melhoramentos Norte Do Paraná e hoje conta com uma área de mais de 20.000 m², onde se encontram um parquinho infantil, banheiros, bancos para descanso, mini-pista para cooper e aparelhos para exercícios físicos.

Falando assim até parece uma lugar agradável e tranqüilo para se passar uma tarde de domingo com os amigos e familiares. E seria, se a prefeitura investisse mais em segurança e boa assessoria de imprensa para “vender” políticas públicas.

Esquecido pela prefeitura e por vários londrinenses que preferem passar seus belos domingos no monumento burguês denominado “Shopping”, o lugar se tornou uma “pedra no caminho” ou, mais apropriado, um “buraco no meio do caminho”.

O excelentíssimo senhor prefeito, nada ingênuo e “pouco” guloso, para agregar a ele a qualidade de um lobo “mau”, resolveu simplesmente, mandar abrir uma rua no meio do lugar com a mirabolante ideia de tirar o estigma de lugar “abandonado” e abrigado por moradores de ruas e usuários de drogas. Problemas estes, que até onde sei, são de utilidade pública, mas que desmancharam as casinhas de palha e madeira, já construídas.

Então, os cidadãos resolveram se manifestar e mostrar que vão fazer mais uso do espaço, como forma de velar pela “boa” imagem do lugar. Nesta hora a tecnologia ajuda, e muito. E assim o fez.

Mesmo com tantos assopros de pára, não pára, pára, não, pára a obra e várias propostas de readequação, após tantas “burradas” feitas, a lástima do assopro do lobo mau não destrói a casa de tijolos.

Chega de roubar porquinhos que trabalham para ajudar a ter uma cidade melhor, “caçamba”!!!

Anúncios