Tags

, , , , , ,

Mesmo que os produtos mais procurados sejam pré e pós-barba, lâminas de barbear, desodorante e perfumes eles aparecem nas prateleiras com mais funcionalidade

No universo feminino, e claro, na higiene pessoal, olhar para um homem de barba feita, cabelo cortado e pele cuidada transmite a sensação de limpeza. A última informação veiculada no ranking Euromonitor mostra um crescimento anual de 10% na produção de cosmético para o uso exclusivo do publico masculino.

 O Brasil ocupa a 2ª posição no ranking mundial de cosméticos com 9% em maket share, perdendo para EUA, de 18%. Na América Latina em 2009, o faturamento deste segmento ficou em torno de US$4,7 bilhões.

Isso mostra a preocupação do homem moderno e o rompimento do preconceito. Em release, o presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia – ABC-, Keidi Kurebayashi, dá o aval para esses dados e revela quais produtos são os mais apostados no mercado. “As empresas do Brasil e do mundo têm apostado em produtos para cuidar da pele e cabelo. Os que ganham destaque significativo são as linhas de cremes e loções, inclusive os antiidades”.

Kurebayashi ainda afirma que “a ação de barbear ganhou reforço de produtos com mais funcionalidades já que, quem lidera – em meio a essa gama de lançamentos – ainda são os tradicionais itens pré e pós-barba, lâminas de barbear, desodorantes e perfumes”.

É notório que a vaidade masculiana vem aumentando gradativamente, “Um homem bem vestido, bem tratado, com pele mais cuidada, unhas e barbas aparadas e com odor agradável tem mais pontos nos quesitos ‘aceitação’ e ‘boa interpretação de personalidade’, o que aumenta muito as chances de sucesso nos relacionamentos interpessoais e profissionais, seja na busca de um amor, de um emprego ou no contato diário com seus amigos, colegas e chefes”, acrescenta o presidente da (ABC).

Aí, me vem à mente a frase de Al Pacino no filme Advogado do Diabo – “Vaidade, meu pecado favorito”.

Foto:Getty images

Anúncios